Categorias
Eventos Tecnologia

QRcodes a serviço da arte

Há algumas semanas atrás tive a oportunidade de conferir de perto a incrível exposição ‘Convergências Poéticas : de Murilo Mendes ao Twitter’ e confesso ter ficado bastante surpreso com o que vi por lá.

Em cartaz durante os meses de Maio, Junho e Julho na cidade de Juiz de Fora-MG, foi a primeira exposição de arte interativa, móvel e em rede da cidade, além de ser a pioneira no país em QRCodes coloridos.

Pelo fato de exigir a participação ativa de seus visitantes, este projeto inciou Juiz de Fora no circuito das artes tecnológicas do Brasil, e convidou a população local a redescrobrir um de seus maiores artistas – o poeta Murilo Mendes.


Murilo Mendes? Quem é?

Murilo Rodrigues Mendes (Juiz de Fora, 13 de maio de 1901 — Lisboa, 13 de agosto de 1975) foi um poeta brasileiro, expoente do surrealismo brasileiro.

Médico, telegrafista, auxiliar de contabilidade, notário e Inspetor do Ensino Secundário do Distrito Federal. Foi escrivão da quarta Vara de Família do Distrito Federal, em 1946. De 1953 a 1955 percorreu diversos países da Europa, divulgando, em conferências, a cultura brasileira. Em 1957 se estabeleceu em Roma, onde lecionou Literatura Brasileira. Manteve-se fiel às imagens mineiras, mesclando-as às da Sicília e Espanha, carregadas de história. (Fonte: Wikipedia)

O objetivo do projeto é (re) apresentar a obra Convergências Poéticas, escrita por Murilo Mendes em 1970, através de uma (re) articulação de linguagens, ambientes e mídias.  O mais interessante disso tudo é que foi criada para esta exposição uma nova forma de “poesia-algoritmo”, chamada #ReLet (que é criada a partir do vínculo de um aplicativo ao Twitter) e do uso dos QRCodes, onde os visitantes são convidados a interagir com a obra do poeta juizforano e descobrir “novos Murilos”.

03072011648 1024x768 QRcodes a serviço da arte

QRCodes com os #ReLets

A exposição foi idealizada pelo pesquisador e artista multimídia Renato Bressan e faz parte das comemorações de 110 anos no nascimento de Murilo Mendes e 41 anos de lançamento do livro ‘Convergência’, obra que inspirou o artista para esta exposição.

03072011650 1024x768 QRcodes a serviço da arte

Livro ‘Convergência’ – lançado em 1970, que inspirou exposição.

03072011652 1024x768 QRcodes a serviço da arte

Créditos da exposição

Maiores informações em:
http://twitter.com/murilograma | http://facebook.com/murilograma

Um agradecimento mais que especial à amiga Letícia Perani (@letsperani) por ter colaborado no enriquecimento desta publicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *