O que você está fazendo aqui na internet?

Quando você começou a utilizar a internet, por acaso recebeu algum manual de instruções? Alguém te explicou como tudo isso aqui funcionava?

Não, né? Mas calma! Tá tudo bem. A gente tá junto nessa.

Por muitos anos, principalmente no Brasil, acompanhamos diversas políticas públicas de inclusão digital. E por que essa inclusão é importante? Por permitir que um número cada vez maior de pessoas tenha acesso a esse mundo incrível por trás da World Wide Web, nossa famosa “www”. Isso significa muito mais gente com acesso acesso à informação, oferecendo inúmeras ferramentas e conteúdos para todos os cidadãos. Até aqui, tudo ótimo.

O grande problema é que de nada adianta investir em inclusão se algo de extrema importância ficar de lado, neste caso, o letramento digital.

Letramento digital? O que é isso?

Para o autor Aquino (2003, apud Glotz e Araújo): “O letramento digital significa ter o domínio de técnicas e habilidades para acessar, interagir, processar e desenvolver multiplicidade de competências na leitura das mais variadas mídias. Imagine agora que toda população precisa de carros para sobreviver e que o governo entregou automóveis à todos os cidadãos, mas, que nem todos eles sabem dirigir. Nesse caso apenas ter o carro não é suficiente. É mais ou menos o que acontece quando somos “analfabetos digitais” dentro da internet.

Uma pessoa letrada digitalmente necessita de habilidades para construir sentidos a partir de textos multimodais. E o que é isso? Textos que mesclam palavras e se conectam a outros textos por meio de hipertextos, links e hiperlinks; símbolos e elementos sonoros, e tudo isso numa mesma superfície. Mas não acabou não! É preciso também ter capacidade para localizar, filtrar e avaliar de forma crítica as informações disponibilizadas eletronicamente e ter familiaridade com as normas que regem a comunicação com outras pessoas através dos sistemas computacionais.”

Ainda tá confuso? Sigam-me os bons.

Para simplificar as coisas, podemos entender que além de oferecer técnicas para leitura e interpretação de informações nas mídias digitais, o letramento digital, diz respeito ao uso consciente e inteligente do ambiente digital, acompanhado de uma boa dose de senso crítico.

Sempre me incomodou muito a forma como várias pessoas utilizam a internet, em sua maioria, por falta de senso crítico. Cliques em links suspeitos, golpes, participação em sorteios falsos, dispositivos infectados por vírus, crença em correntes, charlatões e confiança em fake news pelo “zap”. E esses são apenas alguns dos exemplos.

Ok, mas tem como mudar isso?

Claro que sim! Por meio do nosso forte aliado, o letramento digital, podemos tornar os usuários de internet ainda mais atentos e críticos ao que consomem e produzem. Faz sentido?

Foi assim que surgiu a ideia de criar o Posso Clicar Aqui?, uma iniciativa de letramento digital que tem como missão explicar de forma fácil como funciona tudo aqui, por meio de uma linguagem acessível e didática.

No perfil @possoclicaraqui do Instagram, você poderá acompanhar os conteúdos produzidos para esta iniciativa. Te vejo lá.

Vamos aprender juntos?

Um abraço,

Kadu Fernandiz
Curitiba, 27 de junho de 2020